Para Quem Não Sabe Aonde Vai, Qualquer Caminho Serve.

Atualizado: 29 de jan. de 2021



Alice – “Poderia me dizer, por favor, para onde devo ir a partir daqui?"

Gato de Cheshire – "Isso depende muito de aonde você quer chegar."

Alice – "Não me importo muito aonde vou".

Gato de Cheshire – "Então não importa qual caminho seguir.”

Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas


Canon ou Nikon? Full Frame ou APS-C? Quem nunca viu alguma pergunta assim? Aliás, quem nunca fez uma pergunta assim? Todos nós, eu suponho. Entretanto, a grande diferença é: para quem você fez a pergunta? Para os outros ou para si mesmo? Porque apenas você mesmo(a) tem condições de saber o que é melhor para você.


O processo de escolha é bastante simples (ou deveria ser): Basta conhecer suas próprias necessidades e saber do que cada equipamento é capaz. Para este segundo critério, a pesquisa é a melhor solução. Às vezes o atalho de perguntar a um estranho pode parecer tentador, mas nem todo mundo tem paciência de realmente responder de modo a suprir as necessidades de quem pergunta. Além disso, quem responde, geralmente, tende a colocar sua preferência pessoal na resposta.


Qual a melhor lente para retrato: 50mm ou 85mm? E se eu disser que prefiro muito mais uma 105mm? E se eu lhe indicar essa lente baseado na minha experiência pessoal com ela, mas depois você não gostar dela? Mais uma vez, o ideal é se perguntar "quais são minhas necessidades" e depois pesquisar qual equipamento pode lhe entregar o que você precisa.


Ainda com relação à lente para retratos, certamente haverá quem prefira uma 70-200 f/2.8. Outros irão querer até uma 300mm f/4, ou uma 135mm f/2. A coisa não é tão simples quanto perguntar "qual é a melhor".


Sei que aprender fotografia é algo muito mais importante, mas se você quiser tomar uma decisão bem informada na hora de adquirir um novo equipamento, separe um tempinho para aprender um pouco sobre ele. Assim, quando você tiver que decidir qual câmera ou lente comprar, estará bem informado(a) sobre as capacidades de cada uma, faltando apenas perguntar a si mesmo quais são suas necessidades.


Aqueles que não fazem seu dever de casa, quando pedem ajuda, ouvem muito “qualquer um dos dois serve”. Pode até parecer má vontade das pessoas, mas é a mais pura verdade. Afinal, para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve.


282 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo